twitter

Três organizações brasileiras se unem à Aliança para Criptografia na América Latina e Caribe: InternetLab, LAPIN e DataPrivacyBR

Já são 30 organizações reunidas na AC LAC, comprometidas com a missão de construção coletiva de habilidades e conhecimentos, e avançar em uma agenda proativa de promoção e defesa da criptografia na região, que a fortalece e gera um ecossistema de confiança, segurança e estabilidade na Internet.

Quarta-feira, 6 de abril de 2022. A Aliança para Criptografia na América Latina e Caribe, AC-LAC, continua agregando organizações que apoiam, contribuem e acompanham sua missão de preservação e uso generalizado da criptografia na América Latina e no Caribe para a proteção de direitos humanos e questões fundamentais como privacidade e segurança. Neste caso, é InternetLab, LAPIN e a DataPrivacyBR, todas localizadas no Brasil.

InternetLab é um centro independente de pesquisa interdisciplinar que promove o debate acadêmico e a produção de conhecimento nas áreas de direito e tecnologia, especialmente no campo da Internet.

LAPIN, O Internet and Public Policy Laboratory é um centro independente de pesquisa e ação focado nos desafios sociais, éticos e legais que as tecnologias digitais trazem para uma sociedade global conectada.

DataPrivacyBR, Com base em uma Política de Financiamento Ético, a associação desenvolve projetos de pesquisa estratégicos na proteção de dados pessoais, mobilizando conhecimentos que podem ajudar reguladores, juízes e profissionais do direito e da privacidade a abordar questões complexas que exigem conhecimento aprofundado sobre o funcionamento dos sistemas , os parceiros técnicos que afetam os direitos fundamentais.

Já são 30 as organizações que reúnem esta Aliança, que ainda está aberta a qualquer entidade que se junte em sua missão de construir capacidades e conhecimentos coletivamente, e estabelecer uma agenda regional proativa para a promoção e defesa da criptografia.

A AC-LAC dá as boas-vindas a os mais  novos membros.

Se você também quer fazer parte, entre em contato conosco aquí.

Share

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Latest

Conversamos sobre o papel da criptografia na proteção dos direitos reprodutivos das pessoas com útero no Workshop realizado pela AC-LAC

A Aliança para Criptografia na América Latina e Cariribe, AC-LAC, junto com Cultivando Género, Electronic Frontier Foundation – EFF; Instituto de Pesquisa em Direito e Tecnologia do Recife, IP.rec e o movimento Mujeres Vivas y Libres, realizaram um Workshop, liderado por especialistas da região e assistido por um público multissetorial, onde foi abordada a questão da criptografia como promotora dos direitos reprodutivos e protetora da privacidade e dos dados pessoais dos usuários na Internet.

A ACLAC realizará um Workshop sobre Criptografia e Direitos Reprodutivos, nesta quinta-feira 22/09.

A Aliança para Criptografia na América Latina e Cariribe, AC-LAC, junto com Cultivando Género, Electronic Frontier Foundation – EFF; Instituto de Pesquisa em Direito e Tecnologia do Recife, IP.rec e o movimento Vivas y Libres, realizarão um Workshop para o qual contarão com especialistas de toda a região, onde será abordada a questão da criptografia como promotora dos direitos reprodutivos.

A AC-LAC pede para incluir criptografia no projeto de Lei-Quadro de Segurança Cibernética e Infraestrutura Crítica da Informação do Chile.

Na carta dirigida ao Senador Álvaro Elizalde Soto, Presidente do Senado da República do Chile, a Aliança para a Criptografia na América Latina e Caribe, AC-LAC, pede a inclusão de questões de criptografia no projeto “Lei-Quadro de Segurança Cibernética e Infraestrutura de Informação” do país transandino, instando os legisladores a proteger a inviolabilidade das comunicações privadas e garantir a segurança da população e da nação.

Contato

aclac@iddlac.org

Siga-nos em nossas redes