twitter

A ACLAC realizará um Workshop sobre Criptografia e Direitos Reprodutivos, nesta quinta-feira 22/09.

A Aliança para Criptografia na América Latina e Cariribe, AC-LAC, junto com Cultivando Género, Electronic Frontier Foundation - EFF; Instituto de Pesquisa em Direito e Tecnologia do Recife, IP.rec e o movimento Vivas y Libres, realizarão um Workshop para o qual contarão com especialistas de toda a região, onde será abordada a questão da criptografia como promotora dos direitos reprodutivos.

A Criptografia como garantia de proteção dos direitos sexuais e reprodutivos

O evento, cuja inscrição já se encontra disponível,  será moderado por Angie Contreras (Cultivando Género) e contará com um painel composto por três especialistas e ativistas, que discutirão, debaterão e darão contribuições de sua experiência, tudo relacionado à criptografia e a funcionalidades do mesmo perante a não garantia dos direitos sexuais e reprodutivos das mulheres e pessoas com útero.

Quanto ao painel de especialistas, é formado por Carlos Wertheman (EFF); Raquel Saraiva (IP.rec) e Paula Avila Guillen (WECVivas y Libres).

Em seguida, será aberto o espaço para perguntas e debate público.

Toda a informação sobre o workshop e os painelistas, disponível AQUI.

Inscrição prévia obrigatória, disponivel aqui.

Share

Latest

Pesquisa sobre vulnerabilidades criptográficas em criptografia ponta a ponta em Matrix, foi o foco desta conversa de troca de conhecimento entre membros do AC-LAC

O Paper, intitulado “Practically-exploitable Cryptographic Vulnerabilities in Matrix”, relata várias vulnerabilidades criptográficas virtualmente exploráveis ​​no padrão Matrix para comunicação federada em tempo real e seu principal cliente e implementação de protótipo, Element. Estes, em conjunto, invalidam as garantias de confidencialidade e autenticação reivindicadas pela Matrix contra um servidor malicioso.

No Dia Mundial da Criptografia 2022, o Observatório de Criptografia – Obcrypto, apresenta-se à região, com o mesmo objetivo, mas com um olhar cem por cento latino-americano.

Com proposta renovada, o Observatório da Criptografia, projeto promovido pelo IP.REC em parceria com a AC-LAC (Aliança para Criptografia na América Latina e Caribe), apresenta seu novo site e o mesmo objetivo de monitorar fenômenos que afetam a Criptografiae os benefícios que proporciona e que todos os membros do ecossistema digital usufruem, mas agora transcende as fronteiras do Brasil para expandir seu foco para um nível mais regional.

Contato

aclac@iddlac.org

Siga-nos em nossas redes