twitter

7 organizações aderem à Aliança para Criptografia na América Latina e Caribe.

A AC LAC dá as boas-vindas a cada uma dessas organizações, de diversos setores e países da região.

Terça-feira 30 de novembro, 2021. Aceitar os princípios e valores fundamentais da Aliança para Criptografia na América Latina e Caribe é um dos requisitos para aderir, seguido por uma expressão de interesse. 

Assim, a Fundación Pridat (Costa Rica), Instituto para la Sociedad de la Información y Cuarta Revolución Industrial ISICRI (Peru), Criptolatin – Latin American Criptographers (Regional), Centro de Autonomía Digital (Equador), Colnodo (Colômbia), TEDIC (Paraguai) e IDICAM (Chile), começaram a fazer parte da AC LAC.

A Aliança acolhe calorosamente os 7 novos membros, e espera poder colaborar juntos, a partir de agora, na criação de capacidades e conhecimento na região com base na criptografia e em sua preservação para gerar confiança e segurança na infraestrutura crítica da Internet, seu aplicações e serviços, e como garante dos direitos humanos e fundamentais de todas as pessoas.

Share

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Latest

Conversamos sobre o papel da criptografia na proteção dos direitos reprodutivos das pessoas com útero no Workshop realizado pela AC-LAC

A Aliança para Criptografia na América Latina e Cariribe, AC-LAC, junto com Cultivando Género, Electronic Frontier Foundation – EFF; Instituto de Pesquisa em Direito e Tecnologia do Recife, IP.rec e o movimento Mujeres Vivas y Libres, realizaram um Workshop, liderado por especialistas da região e assistido por um público multissetorial, onde foi abordada a questão da criptografia como promotora dos direitos reprodutivos e protetora da privacidade e dos dados pessoais dos usuários na Internet.

A ACLAC realizará um Workshop sobre Criptografia e Direitos Reprodutivos, nesta quinta-feira 22/09.

A Aliança para Criptografia na América Latina e Cariribe, AC-LAC, junto com Cultivando Género, Electronic Frontier Foundation – EFF; Instituto de Pesquisa em Direito e Tecnologia do Recife, IP.rec e o movimento Vivas y Libres, realizarão um Workshop para o qual contarão com especialistas de toda a região, onde será abordada a questão da criptografia como promotora dos direitos reprodutivos.

A AC-LAC pede para incluir criptografia no projeto de Lei-Quadro de Segurança Cibernética e Infraestrutura Crítica da Informação do Chile.

Na carta dirigida ao Senador Álvaro Elizalde Soto, Presidente do Senado da República do Chile, a Aliança para a Criptografia na América Latina e Caribe, AC-LAC, pede a inclusão de questões de criptografia no projeto “Lei-Quadro de Segurança Cibernética e Infraestrutura de Informação” do país transandino, instando os legisladores a proteger a inviolabilidade das comunicações privadas e garantir a segurança da população e da nação.

Contato

aclac@iddlac.org

Siga-nos em nossas redes